Prefeitura de Cedro lança Gincana Estudantil para reforçar combate ao Aedes aegypti
15 de Março de 2018, 13:41

13 de mar%c3%a7o   dengue aplicativo



A Secretaria de Saúde realizou encontro com Agentes de Combate à Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para apresentação do aplicativo “Aedes em foco”, que traz instruções que irão permitir mais agilidade no combate ao mosquito Aedes aegypti por parte da população. Também foi lançada uma Gincana Estudantil no sentido de reforçar os cuidados do governo municipal nessa cruzada.

O evento aconteceu no Centro Social Urbano de Cedro (CSU), na tarde de segunda-feira (13/3), e estiveram presentes o prefeito Dr. Nilson Diniz, o vice Joãozinho de Titico, as secretárias de Saúde, Sayonara Moura, e de Educação, Esmeraldina Bezerra, os professores Ivo Castelo e Henrique Pequeno da Universidade Federal do Ceará (UFC) e o coordenador estadual dos Comitês de Enfrentamento às Arboviroses, Caio Cavalcanti.

O gestor municipal enfatizou a parceria com a UFC na consecução de um projeto pioneiro e inovador, na medida em que alinha tecnologia e participação da população. “É com alegria que celebramos este momento, demonstração de que teremos um efetivo maior de agentes multiplicadores no combate ao mosquito. A população terá na palma da mão um aplicativo gratuito e moderno”.

No início do ano, o boletim da Secretária de Saúde (SESA) já informava que no município de Cedro não havia registro de casos de dengue, zika e chikungunya, fruto do trabalho de profissionais da saúde, Comitê Municipal de Combate às Arboviroses e Brigada Municipal. Com o advento do projeto da UFC, a tendência é um enfrentamento ainda mais efetivo e eficaz ao vetor. “Estamos colhendo resultados positivos, a população tem se sensibilizado. Iremos dar continuidade às ações de visitas, palestras, cinema itinerante e gincanas escolares”, reforça a secretária Sayonara.

Sobre a Gincana Escolar

Com apoio da Secretaria Municipal de Educação, a competição entre equipes tem o objetivo de reforçar os cuidados da gestão municipal na meta busca de zerar, ou pelo menos minimizar, os casos de dengue, zika e chikungunya. A Gincana Estudantil foi lançada nesta terça-feira (13/3) e contou com a presença de alunos da rede municipal de ensino e gestão escolar. A parceria é do Programa Saúde na Escola (PSE – Educação e Saúde), cuja programação anual tem diversas apresentações e trabalhos desenvolvidos em sala de aula.

A secretária Esmeraldina informa que os estudantes anualmente participam de atividades extra-sala, de acordo com o que aprendem na sala de aula. A iniciativa serve de  estimulo à participação deles em medidas que possam levar benefícios às suas famílias. “Para que alcancemos melhores resultados, temos agora o aplicativo – ferramenta importante em nossas ações por mais saúde”.

O município de Cedro é referência no combate ao mosquito Aedes Aegypti. As formas de transmissão das doenças dele decorrentes e as maneiras de combate são todas minuciosamente estudas e discutidas, com vistas ao efetivo combate. “Nessa perspectiva, decisiva é a comunicação entre a população, o governo e os profissionais de saúde envolvidos. Só assim a gente melhora o trabalho diário, de forma gratuita, exercendo-se a cidadania. É assim que iremos controlar o mosquito”, reforça o professor Ivo Castelo.

O professor Henrique Pequeno ressalta a parceria UFC/Prefeitura de Cedro. Afirma que sua equipe está satisfeita, engajada na proposta. E reitera o uso do aplicativo “Aedes em foco” como facilitador no desenvolvimento do projeto. Diz mais: “Nosso grande desafio é a participação da população. Semanalmente serão realizadas medidas para evitar que uma geração adoeça e casos alarmantes sejam registrados”, ressalta.

O projeto da UFC em Cedro tem sido destaque regional, principalmente por contar com o apoio total da gestão municipal. Para o coordenador do Comitê Estadual de Combate às Arboviroses, a decisão política de unir forças e envolver o maior número de parceiros na luta tem feito toda a diferença, por isso os bons resultados alcançados pelo prefeito Dr. Nilson Diniz. “Enfrentar um desafio desses com o auxílio da tecnologia e o envolvimento dos cidadãos é fazer diferente. Com a participação das escolas, agora, melhores resultados virão”, ressalta Caio Cavalcanti.

As próximas etapas do “Aedes em foco” contarão com palestras, voos com drones, capacitações, visitas e a efetiva divulgação das ações desenvolvidas nas diversas plataformas.